O que estão falando sobre Cirurgia Plástica

As principais novidades da medicina estética

Por que o Botox dura "pouco"?

 

"- Porque o “Botox” não dura mais? O efeito da toxina podia permanecer por pelo menos um ano." Essa é uma queixa frequente que recebo de algumas pacientes no consultório. Elas consideram pequeno o tempo de ação dos tratamentos com toxina botulínica (Botox, Dyspot, Xeomin).

 

Esse tipo de tratamento dura em média, 4 meses. Em alguns casos, o resultado se mantém por até 6 meses.

Logo após a aplicação, o efeito não aparece de forma imediata. A toxina vai agindo gradativamente dentro de 3 dias. O pico máximo do efeito ocorre por volta de 1 mês após a aplicação. 

 

Um mito é achar que a quantidade do produto tem relação com o efeito do tratamento. Isso não é verdade. Não adianta o médico aumentar a dose injetada. O efeito não irá permanecer por mais tempo na pele. Além disso, há o risco de ocorrer um resultado ruim e o paciente ficar sem nenhuma expressão.

 

Por que as sessões duram "apenas" de 4 a 6 meses??

 

Encontramos essa resposta na forma de ação do Botox no organismo.

A toxina botulínica causa uma paralisia, aonde ela é injetada. Sua molécula age entre o nervo e o músculo. A toxina bloqueia o sinal que o nervo manda para o músculo contrair.

Os nervos, pode-se dizer, “percebem” que o músculo não está respondendo e começam a mandar cada vez mais estímulos na tentativa de conseguir estimular esses músculos novamente. Por volta do quarto mês, finalmente conseguem superar esse bloqueio e o músculo passa a se contrair novamente. 

É por volta do quarto mês também que as moléculas de toxina são metabolizadas e começam a liberar o bloqueio de comunicação entre os nervos e os músculos.

 

Menos rugas com a repetição do tratamento

 

A boa notícia é que, mesmo que a musculatura volte a agir e contrair após 4 meses, as rugas não voltam a aparecer tão cedo.

 

Apesar de "durar pouco" vemos que, pacientes que costumam realizar as aplicações frequentemente (1 a 2 x ao ano) vão ficando cada vez com menos rugas ao longo do tempo. Ou, seja, mesmo que os músculos voltem a contrair novamente após 4 a 6 meses, as rugas não tornam a aparecer imediatamente ou não retornam a ficar tão profundas quanto antes da primeira aplicação.   

 

Tradução livre de matéria publicada no "The Plastic Surgery Channel"

Foto: "The Plastic Surgery Channel" 

 

Dica da Dra. Priscilla:

 

Se você acha que a toxina botulínica não é o tratamento certo para você, ou se você já fez e não gostou do resultado, tente de novo.

A técnica de uso do produto evoluiu muito e se modificou ao longo dos anos. Hoje, conseguimos resultados mais naturais ou mais intensos de acordo com a necessidade de cada caso. Faces “congeladas" ou completamente paralisadas podem e devem ser evitadas dando espaço para rostos mais naturais e harmoniosos

 

ATENÇÃO: As informações deste artigo têm o objetivo de trazer a público, novidades da medicina. Como recomenda a Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica, SBCP, escolha o cirurgião plástico de sua confiança para esclarecer suas dúvidas e fazer uma avaliação personalizada do seu caso.

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Destaques

Minha experiência com o Laser CO2 Fracionado Light

September 6, 2019

1/10
Please reload

Please reload

Siga-me
  • Facebook - Grey Circle
  • Instagram - cinza Círculo
Please reload

CRM/SP 100766

Cirurgiã plástica, graduada

pela USP, com residência em Cirurgia Plástica e Cosmiatria

 no Hospital das Clínicas da FMUSP

HOSPITAL 9 DE JULHO

Rua Peixoto Gomide, 263 

São Paulo - SP

Tel: (11) 3147-9430

 agendamento@h9j.com.br 

PARAÍSO

Rua Maria Figueiredo, 595, conj 63 

São Paulo, SP 04002-003

Tel:(11) 3050-6300

recepcao@ellasaude.com.br

HIGIENÓPOLIS

Rua Mato Grosso, 306, conj. 1602 

São Paulo, SP 01239-040

Tel:(11) 2114-6080

plotierzo@gmail.com 

© 2017 AC Assessoria de Comunicação

Priscilla Lotierzo é membro da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica

  • Grey Instagram Icon
  • Grey Facebook Icon
  • Doctoralia